21/02/2018

As Margens da Palavra: Cartas, Vozes e Silêncios Femininos


No próximo dia 24 de fevereiro de 2018, pelas 10h, será apresentado no Auditório do Crédito Agrícola do Noroeste, em Viana do Castelo, o livro: As Margens da Palavra: Cartas, Vozes e Silêncios Femininos

A obra foi coordenada cientificamente pelos professores e investigadores, Maria Olinda Rodrigues Santana e Henrique Rodrigues, ambos do Centro de Estudos Transdisciplinares da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (CETRAD-UTAD). Foi editada pela Associação Portuguesa de História da Vinha e do Vinho APHVIN / GEHVID e apoiada pela referida Caixa de Crédito Agrícola. 




O trabalho dado à estampa, composto por diferentes perspetivas de análise e produzido a partir de fontes diversas, onde se alinharam investigadores de áreas científicas de formação variada e oriundos de academias de Portugal, Espanha e Brasil, resultou duma profícua reflexão internacional. Desde a escrita em contextos religiosos, a História Oral, as escritas profissionais de instituições públicas e privadas e ainda com recurso às correspondências familiares e às cartas de madrinhas de guerra, foi possível ouvir as inquietações femininas, dar espaço e voz aos silenciados, especialmente à mulher. As mulheres continuam a ser, na atualidade, como as definiu, a historiadora Madeleine Foisil “verdadeiras máquinas” da escrita.

11/01/2018

Exposição pintura, escultura, instalação e poesia de Susana Horta


Susana Horta nasceu em Almada, Portugal, em 1974. E é em Almada onde tem início a sua carreira artística - como autodidacta - passando, mais tarde, com as voltas da vida por Lisboa, Açores, pelo centro da Europa e, posteriormente, por Horsens, na Dinamarca. A Almada regressa em 2014 onde tem participado em diversas exposições quer individuais quer colectivas. Como artista plástica desenvolve o seu trabalho quer na área da Pintura quer na da Escultura e da Instalação. 
Na Pintura sobressai o seu gosto pelas cores fortes e quentes com acentuado pendor pelo abstraccionismo que explora insistentemente, a par da abordagem por temáticas que se relacionam com alguma da Mitologia nórdica, com que conviveu. 
Na Escultura, onde predomina o uso da madeira - pelo reaproveitamento de antigo mobiliário e de velhas pipas, por exemplo - é onde o seu lado surrealista mais se destaca.



Está na Galeria da Biblioteca Central da UTAD, em Vila Real, de 15 de janeiro a 15 de fevereiro".

Atividade – Grupo Missão Cultura - UTAD

06/11/2017

II Mostra: “A RAPARIGA QUE VESTIA LIVROS” de ISABEL ROPIO De 13 a 17 de novembro ECHS - UTAD


A designer têxtil, ISABEL ROPIO, traz à UTAD mais uma Mostra dos seus mais recentes trabalhos.

A II Mostra “A Rapariga que Vestia Livros” é composta por agendas, diários de viagem, livros de anotações, livros de receitas, listas telefónicas, postais, marcadores, álbuns de fotografias, entre outros. Todos os trabalhos são manufaturados, exclusivos e idealizados pela autora.

A II Mostra estará patente ao público de 13 a 17 de novembro, no Hall de Entrada do Complexo Pedagógico, ECHS, Polo 1.





Venha apreciar os trabalhos feitos com originalidade e delicadeza!

Atividade do Grupo de Missão Cultura – UTAD

Blogue: Ciclo Cultural da UTAD: http://cicloculturalutad.blogspot.pt/
Facebook: A rapariga que vestia livros

01/11/2017

"Arqueologias Afetivas - Escavações Poéticas entre Amazônia e Portugal" de EDSON MACALINI

A Galeria da UTAD acolherá de 20 de novembro a 11 de dezembro de 2017 a Exposição de desenho, pintura e escultura:  "Arqueologias  Afetivas - Escavações Poéticas entre Amazônia e Portugal" do Artista Visual e Professor, EDSON MACALINI.
Nas palavras do artista a exposição Arqueologias Afetivas

"é o nome dado a essa coleção de memórias arqueológicas não vividas por mim, mas coletadas pelas minhas mãos, cujo afeto abraça-se ao desejo da mesa posta, à comida preparada e servida nas louças que se quebraram ou se romperam, ao cozinhar o alimento que será coletivo,  compartilhado, à espera de seus afetos para a refeição familiar, à espera das visitas, da comunidade, de seus amores.

Arqueologias Afetivas é o encontro com aquela terra que me lembra a infância, vivida com meus entes queridos no interior do Brasil, no Sudoeste do Paraná, região esta que faz fronteira com uma outra cultura, com um outro país, a Argentina, e que bastante se assemelha à paisagem e à experiência do sentido de fronteira, que me foram possibilitadas pela vivência entre Portugal e Espanha. 
A região dos parreirais de uvas, do vinho, da boa comida, da gente simples e solidária, da hospitalidade terrena e cultural, e do aconchego que o sol nos proporciona, fazem deste trabalho o sentido afetivo de sua exposição, sendo o  resultado de uma escavação afetuosa que agora recebe a forma do meu abraço como um retorno pelo carinho e pela receptividade com a qual fui recebido”.


Uma atividade desenvolvida graças à parceria da UTAD com a CASA-MUSEU Maurício Penha, em Sanfins do Douro.
 

Olinda Santana
Membro do GRUPO MISSÃO CULTURA UTAD

15/05/2017

Palestra "Forais Novos do Norte do País: Entre Douro e Minho e Trás-os-Montes"


No passado dia 11 de maio, foi proferida uma palestra sobre "Os forais novos do Norte do país: Entre Douro e Minho e Trás-os-Montes" na Biblioteca Municipal de Mondim de Basto, a convite da autarquia. A palestra foi presidida pelo edil da câmara de Mondim de Basto, Eng.º Humberto Cerqueira.

Mesa - Olinda Santana, Humberto Cerqueira, Cármen Alves


A assistência teve a oportunidade de ver  dois exemplares originais dos forais novos de Mondim de Basto e Ermelo.